Monday, January 31, 2011

Resoluções: um mês depois

Fazem trinta dias que comecei minhas resoluções de ano novo. E vamos aos updates:

Metas Profissionais:

- Essa semana termina o curso de 3ds Max. Descobri que preciso investir em um computador bom para poder fazer uns freelas com isso. Já cotei e estou esperando um último orçamento para saber com quem fecho.

- Curso de Maquete Eletrônica: resolvi esperar para praticar um pouco o 3ds Max. Talvez aprenda a fazer as coisas sozinhas. Estou pensando em um curso de renderização.

- Pesquisa científica está na metade do caminho. Estou no capítulo dois (de cinco). Hoje entrego o relatório de andamento aprovado pela orientadora.

- Nova pesquisa está apenas no projeto imaginário por enquanto.

- Começo o módulo B2 do francês em março. Fim previsto para dezembro se fizer o curso de férias em julho.

- Emprego ainda estável e todos gostando do meu trabalho.

Hobby e Saúde:

- Ainda não publiquei nada. Penso em registrar primeiro. Preciso um dia dar um pulo na biblioteca nacional.

- Não fui na academia nem tirei foto ainda. Tenho que esperar o curso de francês acabar pra sobrar um tempinho.

- Bunda enorme em processo de diminuição! To fazendo drenagem e modeladora. Que bom que descobri o Peixe Urbano.

- Check ups marcados: 3/2 Ginecologista. Dia 7/2 avaliação com um profissional de acupuntura (resolvendo a ansiedade, espero). 10/2 Homeopata.

- Já li um livro para a faculdade. 1/10
- Já li um livro em francês. 1/2
- Nenhum livro em italiano. 0/3
- Andei pesquisando preços para Macchu Pichu. Data barata e interessante: 20/4

- Me levei pra almoçar num lugar chique. Agora vou me levar pra beber num lugar chique.

Social:

Acho que não fiz absolutamente nada, mas vamos checar:

- Esse ano não sai com ninguém ainda.
- Conversando com estranhos no curso de francês é um progresso. Até achei uma pessoa interessante que pode virar mais uma amizade. Vamos ver.
- Nada de museu ainda.
- Nada de templo ainda.
- O resto: recusei investir em uma amizade no trabalho, por questões de ética e por não me sentir confortável o suficiente. Ops? Nah, simplesmente não vale a pena misturar trabalho e amizade.

Bom, para o primeiro mês, até que foi um bom progresso.

Friday, January 28, 2011

Esculturas de Chocolate

Só porque estou de dieta essas coisas ficam aparecendo.

Mas é impressionante.



Matéria completa: aqui


Photos by Bobby Yit/REUTERS via Daylife

Tuesday, January 25, 2011

Garmash

Eu acho as pinturas do Michael e da Inessa Garmash muito interessantes. Mistura de impressionismo e realismo. Eu gosto da mistura.


Alguns dos meus favoritos.




Monday, January 24, 2011

Dior, Alta Costura

Primeiro dia de desfiles de maison Dior. Coleção assinada por John Galliano.

Vou apenas destacar os meus favoritos. Devo dizer que o meu maior prazer em ver a alta-costura é que, mais que um prêt-a-porter, os estilistas parecem ter maior liberdade para criar.

O caimento, o corte e principalmente e escolha dos tecidos e da pallete de cores me surpreenderam. As vezes lembrava as menininhas, com tecidos que lembram tutus, e as vezes os mulherões e poderosas.

Verdadeiras esculturas na passarela:













Bom, sobre o desfile, você pode encontrar mais informações aqui: Dior

E aproveitando o gancho, olha só a arquitetura maravilhosa da loja Dior, no Japão.




Delicado, em várias camadas, cores sobrepostas. Típico de dior.

Mais sobre a loja: Dior Omotesando

O interessante é traçar uma linha comparativa entre a arquitetura e as três últimas fotos do desfile. Adoro!

Sunday, January 23, 2011

Inconsistências e Inconsciências

Já chega! Não posso mais esconder de mim mesma que tenho um problema: compulsão alimentar.

Tenho mesmo e tá na hora de parar de esconder e procurar ajuda antes que se torne algo mais grave. É ridiculo comer escondido com medo de alguma repressão, isso não passa de um sinal que estou comendo além da conta e de uma vez só. Até o ponto de passar mal.

É fato que estou desequilibrada, ansiosa e chorosa e sei lá mais o que. Não sei se só a terapia está sendo o suficiente. Vou procurar alguma coisa, talvez acupuntura, talvez homeopatia. Alguma coisa tem que me ajudar a ficar estável novamente.

Eu gosto muito de cozinhar e busco sempre receitas saudáveis. Passo horas desenvolvendo coisas legais com soja, pesquisando alimentos orgânicos e depois de alguma refeição saudável, abro a geladeira e detono o macarrão frio, ou o chocolate derretido, ou alguma coisa que dê pra encher de ketchup.

Eu adoro por a culpa em terceiros pelas minhas transgressões, mas tá na hora de admitir que a culpa é minha: se tem uma torta na mesa eu tenho a escolha de não comê-la, a culpa não é de quem fez a torta, mas minha por não ter sido forte o suficiente pra não chegar perto.

Descobri em uma das inúmeras sessões de psicoterapia que tenho essa vontade absurda de estar no controle de tudo, o tempo todo, como uma maneira de fugir de alguns traumas de infância como sensações de abandono, ofuscamento e de perda. É engraçado ter consciência dessas causas, mas ainda sim sofrer com algumas consequências.

No momento eu só queria deitar na minha cama e ficar alguns dias olhando para o teto. Quero silêncio. Quero parar e pensar. Quero me recompor.

Wednesday, January 19, 2011

Saturday, January 15, 2011

Update das Resoluções

Me levei pra almoçar. Não foi pra jantar, mas já deu pra ter uma idéia da situação. Foi muito legal pedir lugar pra um, couvert pequeno, salada e vinho. Aproveitei pra degustar coisas novas, coisas que normalmente não pediria porque tenho a leve tendencia a pedir apenas o que tenho certeza que vou gostar.

Pois bem, me permiti provar uma salada agridoce. Eu odeio coisas que misturam doce com salgado, mas saí do comum e gostei bastante. Inclusive, acho que foi uma das melhores descobertas em termos de gastronomia dos últimos meses.

Sinceramente não me preocupei com o preço. A idéia era curtir ao máximo e consegui. Sozinha eu pude prestar mais atenção no espaço e na dinâmica do restaurante. Inclusive percebi algumas combinações de decoração bastante interessantes.

O próximo passo é me levar pra jantar, sim. Talvez não precise necessariamente ser janta, talvez um happy hour no Escape ou no O'Malley's. Vamos ver.

Projeto Nova Luz

Saiu novamente mais uma repecursão do projeto Nova Luz da prefeitura de São Paulo. Os comerciantes da Santa Ifigênia fecharam suas lojas ontem e foram protestar em frente a Fatec, onde foi aberto uma audiência pública. Baderna faz parte de todos os projetos de revitalização, mas eu ainda fico revoltada ao ver a bagunça e perceber que estão prostestando algo que pode facilmente ser discutido e implantando no projeto sem maiores problemas.

O medo dos comerciantes é ficarem desempregados. Durante as obras e durante as desapropriações realmente não tem muitas alternativas a não ser sair do local onde estão atualmente. Por outro lado, nada impede de concentrar o comercio em alguns edificios tombados da região. A Santa Ifigênia é um local onde as pessoas vão pesquisar e procurar os vendedores por mais escondidos que estejam.

O problema da região é grave, é um ponto turistico importante e da maneira como está não pode ficar. Será uma grande perda para a cidade se o projeto urbanistico for vetado por conta de situações que podem ser contornadas e adaptadas temporariamente. Sim, sabemos que o termo 'temporário' da prefeitura demora bastante, chega a dar a impressão de se tornar permanente, mas se não houver um diálogo, se nenhuma das partes der o braço a torcer, nenhum projeto sairá do papel.

Não é fácil, principalmente quando o sustento de várias familias está em jogo, mas a situação é muito parecida com a situação do hospital onde trabalho. Precisavamos refazer o pronto socorro infantil, deixar de atender as crianças por dois meses ou mais seria impossível, portanto a idéia foi reloca-lo em um dos ambulatórios próximos. Deixamos ambulâncias disponiveis 24h para emergências, as enfermeiras tiveram que se adaptar a nova rotina, precisamos adaptar uma sala para raio-x portátil e gastamos uma grana enorme adaptando uma sala de inalação. A pior parte ficou com a equipe de segurança e secretaria que tá tendo que ouvir reclamações dos pais inconformados com a situação provisória, mas a escolha era simples: deixar um pronto socorro degradado ou aguentar dois meses de reclamações?

Assim que a região da Luz for revitalizada também ocorre o medo de se tornar área nobre, dos comerciantes não poderem voltar ou mesmo não terem condições de pagar os novos preços dos aluguéis. Não seria aí uma questão de fazer um contrato com a prefeitura? Alternativas sempre existem, é só querer.



Matérias da Folha de S.P:

18/12

15/1

Friday, January 14, 2011

Museu do Dali na Flórida

Abriram as portas do museu de Salvador Dali! Não podemos esperar nada menos que uma arquitetura surrealista para complementar o tema. O resultado ficou ótimo!

A brincadeira entre bloco de concreto e o vidro, que parece ter um efeito interessante que lembra a água, além de ter misturando visualmente os dois extremos(a sensação é a mistura entre o concreto e o imaginário, como se o elemento água brotasse da caixa sólida) ainda criou um elemento que permite que a iluminação natural penetre no interior do prédio.

A empresa responsável pelo projeto é a HOK


Matéria original de Design Boom