Wednesday, May 04, 2011

Thor

Sábado fui ao cinema assistir Thor.

 

Eu ando mentalmente cansada, acordar de manhã é difícil, mas dormir antes das 22h também é complicado, principalmente quando posso faltar na faculdade. Uso esse tempo para ler um livro, para assistir alguma série. Qualquer coisa. Eu quero aproveitar ao máximo o tempo que tenho para não fazer nada de importante, um tempo para ficar comigo, sozinha.

 

Acordar de sábado de manhã para ir pra faculdade e depois para o curso está sendo uma verdadeira tortura. Depois do curso eu resolvi que ia ao cinema, de qualquer jeito.

 

Eu to acompanhando a saga da Marvel há um bom tempo, e não vejo a hora de saber como vai ficar a primeira parte de Os Vingadores, mas até lá, estou vendo todos os filmes de cada herói. Uma coisa eles tem em comum: não são filmes muito profundos, não é pra pensar. É pra sentar, assistir e esquecer da vida. Um momento que ilustra bem o que quero dizer é quando eles cruzam a ponte do arco-íris pela primeira vez. Imediatamente alertas vermelhos dispararam na minha cabeça "como eles vencem um vão tão grande? Cadê os pilares de sustentação dessa ponte?" e em seguida, uma voz sarcástica que vive aparecendo nos momento mais inoportunos deu uma risadinha "Jura que você está procurando entender o modelo estrutural de uma ponte mágica?" Mandei o raciocínio pro inferno a partir daí.

 

Fiz um bom negócio porque naquela cena em que ele aparece sem camisa eu entrei em curto circuito mesmo. Eu ataquei meus nachos com chedder. Compensei todo o prazer visual com comida com muita gordura e sódio. Tudo bem que hoje já é terceiro dia almoçando ovo pra compensar a gulodice, mas eu tive que consumir alguma coisa naquele momento.

 

Não me pergunte se o filme é parecido com o quadrinho, se os efeitos eram bons, se o roteiro se fechou. Foram dez segundos... e ganhei meu sábado.

No comments: